Uma Alma Naturista

Uma Alma Naturista

E de repente olhei pra dentro de mim e me senti despido. Me vi completamente frágil, desprotegido, desarmado e mesmo assim não senti medo.

Fiquei tranquilo em saber que sou transparente em relação ao que eu sinto. Não sei sentir algo pela metade, pra mim é tudo ou nada.

As vezes usamos de certos artifícios para disfarçar alguns sentimentos e acredito que não seja honesto conosco e com o próximo.

Por mais que a desilusão, a incerteza, o medo de sofrer possa fazer com que isso aconteça é importante de despir internamente, sem fantasias, sem mascaras.

O coração fica leve, a vida faz mais sentido e a vida agradece.

Sou feliz assim mesmo com tantas tentativas frustradas de ser simplesmente feliz. Apesar da dor, a esperança nunca me abandonou.

Por isso me sinto despido, nu por dentro, sem medos e preconceitos.

Uma alma naturista

Tom Weiss

Publicado em 23 de Novembro de 2015, muito antes do nascimento da Alma Naturista

Crédito texto e imagem – Tom Weiss blog’s


Sabe mais sobre a Alma Naturista
Visita a informação disponível sobre:

Visita a loja da Alma Naturista.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Redes Sociais